O corpo humano é 60% formado por água. Porém, ela não permanece em totalidade: é excretada pelo suor, urina, em pouca quantidade pelas fezes e até enquanto respiramos. Além dos processos fisiológicos normais, também perdemos água com ferimentos, diuréticos e vômitos.

Sendo o nosso organismo incapaz de armazená-la, a sua perda é incontrolável e importante para muitos processos. Por isso, devemos beber água o suficiente para cobrir todas as perdas. Afinal, ela é um solvente universal: regula a temperatura do corporal, fornece nutrientes e lubrifica nossos olhos e articulações. Sendo assim, a quantidade eliminada deve ser sempre menor que a ingerida.

Mas o que acontece com o nosso corpo se não bebermos o suficiente?

FALTA DE ENERGIA: sem água, o corpo desidrata as terminações nervosas que enviam sinais para a liberação de um hormônio diurético. Esse hormônio chega até os rins e permite que o sangue retenha mais água no corpo. Por isso, a urina fica mais escura e com um cheiro mais forte. Durante o processo de desidratação, sentimos menos vontade de urinar e salivar e perdemos energia, com um cansaço excessivo que pode inclusive apresentar tontura pois o cérebro está tentando se adaptar à falta de líquido.

FUNÇÕES INTESTINAIS E RENAIS PREJUDICADAS: Os rins não funcionam corretamente, comprometendo também o bom funcionamento do intestino e podendo provocar constipações e problemas renais graves. Além de reter líquidos, aumentando assim o peso.

DORES DE CABEÇA E RACIOCÍNIO PREJUDICADO: cerca de 85% do cérebro humano é constituído por água. Sendo assim, quando não irrigado o suficiente, prejudica a concentração, leitura e o raciocínio. As funções cognitivas prejudicadas também causam dores de cabeça.

MAIOR RISCO DE DOENÇAS: Muitas são as doenças que tem origem na má hidratação. Pessoas que bebem pouca água correm sérios riscos de desenvolver doenças como pressão alta, asma artrite, diabetes e colesterol. Em casos mais graves, leva a taquicardia e descompressão cardiovascular.

PELE RESSECADA: A falta de água é altamente prejudicial para a saúde da nossa pele. Afinal, ela atua no equilíbrio funcional e metabólico das células, garantindo defesa, elasticidade e maciez. Quando desidratada, a pele fica bastante ressecada.

Adotar o hábito de beber água mantem corpo  e mente saudáveis.

O ideal é que se consuma 35 ml por peso corporal. Esse cálculo pode variar de acordo com o seu estilo de vida.

Elaborado por  Natália Seiger – Estagiário de Nutrição

Contatos

instagram: ftnati

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *