Relação entre padrão alimentar e a artrite reumatoide

Em estudo envolvendo 297 indivíduos, foram identificados dois padrões alimentares: padrão alimentar saudável e padrão alimentar ocidental.
De acordo com os resultados, aqueles com menor adesão ao padrão alimentar saudável apresentaram maior risco de artrite reumatoide (AR).
No estudo, peixes e frutas faziam parte do padrão alimentar saudável e já haviam sido correlacionados com a redução do risco de artrite reumatóide em estudos anteriores.
O provável papel protetor do peixe contra a artrite pode ser devido ao seu alto teor de ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa, que estão entre os mais potentes agentes antiinflamatórios comestíveis e podem proteger contra a artrite.
Frutas e vegetais são boas fontes de vários micronutrientes, como minerais, antioxidantes e fibras, com alguns deles tendo efeitos antiinflamatórios bem conhecidos.
Os antioxidantes fazem parte de uma dieta saudável e podem proteger contra espécies reativas de oxigênio.
O padrão alimentar ocidental contém uma maior ingestão de proteína, carne vermelha, carne processada e grãos refinados. Produtos cárneos (especialmente carne vermelha) e laticínios integrais são as principais fontes de gorduras saturadas em padrões alimentares pouco saudáveis, que podem promover inflamação induzida por gordura.
Além disso, a carne vermelha é uma fonte de ácido araquidônico, um eicosanóide pró-inflamatório. Esses fatores podem justificar a associação do padrão alimentar ocidental com o maior risco de artrite reumatóide observado no estudo.

Elaborado por Nutricionista Bruna Champe CRN-12657

Contatos

email: [email protected]

instagram: nutribruna_champe

Whatsapp: 54- 9 91970870

Comente o que achou:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posso lhe ajudar?